terça-feira, 8 de março de 2011

Não posso chorar...

Para a Matilde Rosa Araújo

Não posso
chorar mais
a ausência
das tuas mãos ternas,
da tua voz meiga e terna,
dos teus cabelos
da neve da sabedoria,
do teu olhar doce
de um sorriso amplexal.

Choro sim
tua ausência
de "corpo inteiro"!


Delmar Maia Gonçalves

3 comentários:

Maria Marluce disse...

Sensível, simples e belo! Parabéns.

Poeta Renato Douglas disse...

Olá adorei teu blog, lindo mesmo. Parabéns. Fique a vontade para fazer uma visitinha ao nosso “Alto-falante” e seja mais um membro. Você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/.
Um grande abraço!

Renato Douglas!

tecas disse...

Palavras singelas de uma sensibilidade impar, num belo poema.
Parabéns!
Cheguei ao teu blog, por intermédio de um poeta amigo.Bem haja pela poesia.
Gostei muito de conhecer, o teu blog.
Saudações poéticas