terça-feira, 25 de agosto de 2009

Tu és...

Tu és
a bússola que
indica a minha luz
Tu és
meu único sentido
e rumo
Tu és
minha razão de
ser e estar.

Que dizer de
uma bússola sem Norte?
Que dizer do
Sul sem bússola?
Que dizer de alguém
sem rumo?
Que dizer de alguém
sem razão de ser e estar?

Delmar Maia Gonçalves
Parede, 6 de Julho de 2008.

4 comentários:

Ademar Oliveira de Lima disse...

Estive por aqui em visita ao seu blog!! Abraços Ademar!!

OceanoAzul.Sonhos disse...

lindo poema.

Um abraço
oa.s

Delmar Maia Gonçalves disse...

Obrigado também pelo comentário!Abraço.

Delmar Maia Gonçalves disse...

Obrigado Ademar pela visita ao meu blog!Abraço.